Círculo do Ninho

O Círculo do Ninho de Escritores é um grupo de prática e diálogo sobre escrever e viver, com encontros semanais às terças, das 19h às 22h (horário de Brasília), via Zoom.

O que acontece durante os encontros?

Ah, tanta coisa! Durante os encontros, nós escutamos as pessoas, às vezes falamos também, lemos uns textos, escrevemos outros, de vez em quando discutimos alguma experiência de escrita ou como temos vivido o ato de escrever.

A realidade é que o Círculo do Ninho de Escritores não tem uma regra sobre como as coisas acontecem. Nós temos práticas e rituais que repetimos com alguma constância – nos escutamos ao chegar, escrevemos a partir de alguma pergunta, fazemos exercícios – tudo além disso fica aberto ao mistério do que acontece quando seres humanos fabulosos se reúnem.

Cada encontro é diferente porque as pessoas reunidas possibilitam elaborações diferentes, e essa é a graça do Círculo.

O Círculo não é um curso

Essa talvez seja a maior frustração das pessoas que vêm e, em seguida, se afastam do Círculo. Por não ser um curso, o processo não é desenhado para fornecer pequenos pedaços de aprendizado a cada etapa do caminho.

Não me entenda mal: há muito a ser aprendido participando do Círculo.

Nas três horas que passamos juntos todas as semanas, temos a oportunidade de, em conjunto, exercitar nossa atenção sobre temas que usualmente tocam a todos nós, pois se conectam com o ato de escrever.

Às vezes será uma conversa despretensiosa, às vezes será um exercício criativo, e assim vamos construindo esse ambiente que nos possibilita voar mais longe.

O Círculo é uma bolha de utopia

Dentro do Ninho, nós exploramos a possibilidade de criar um mundo que consideramos melhor do que aquele ao qual temos acesso cotidianamente. Isso significa escutar e acolher diferenças, bem como entender quando passamos os limites de outras pessoas.

No exercício do coletivo, o Ninho busca ser tão inclusivo quanto possível – o que significa que vamos lutar para cuidar das pessoas que normalmente são tratadas como minorias em outros ambientes, tais como mulheres, gays, trans, negros, pessoas com deficiência etc.

Ao participar, talvez você perceba que esses públicos gravitam em direção ao Ninho. A razão para isso não é sermos um espaço seguro, mas sim um espaço de prática de acolhimento: nossos acordos e cuidados estão sempre evoluindo na direção de mais autocompaixão, gentileza e experimentação criativa.

Ainda no exercício do coletivo, o Ninho se propõe como um projeto anticapitalista – entendendo que o capitalismo, junto com o colonialismo e o patriarcado, atuam como forças que atravessam nossa possibilidade de bem-viver em sociedade e, por tabela, de viver e escrever as melhores histórias que poderíamos.

Afinal, quantas narrativas já foram apagadas por força de opressão social?

Quanto custa participar do Ninho

O Ninho não tem um preço definido: dinheiro não é nem deve ser uma barreira para a participação das pessoas.

Isso dito, o Ninho tem custos para existir e esses custos são cuidados por contribuições mensais feitas pelas participantes. A lógica para definir quanto contribuir é a seguinte: aquilo que for possível.

Entendemos o possível como o que cabe contribuir, a partir da realidade de cada pessoa, para que o trabalho realizado no Ninho seja sustentado.

Como parâmetro, as pessoas participantes contribuem em média entre R$ 80 e R$ 300 por mês. Ao mesmo tempo, temos participantes que não contribuem financeiramente porque entendem que, neste momento, não lhes é possível.

Ninguém deve explicações sobre as escolhas que fazem em relação às contribuições para o Ninho. Nós acreditamos na confiança e abertura para incluir o máximo de pessoas interessadas em estarem conosco.

O dinheiro arrecadado é usado de formas diversas, desde pagar contas (hospedagem de site, email etc.) até sustentar publicações (o livro Utopia, por exemplo) e outros projetos.

Quero participar do Círculo, como faço?

Caso você queira participar do Círculo, por favor entre em contato conosco via WhatsApp neste link: contato com o Ninho de Escritores. Vamos conversar e tirar suas dúvidas do jeito Ninho: com muita atenção e artesania.

Se preferir entrar em contato conosco via e-mail, por favor preencha o formulário disponível nesta página.